fbpx

A leitura como aliada no desenvolvimento de crianças com TEA

Autismo 1

Ler para crianças é uma ferramenta muito importante que auxilia na aquisição de habilidades essenciais para o desenvolvimento infantil. Além de criar uma conexão com os pequenos, por meio da leitura é possível que você estabeleça também uma série de estratégias que facilitam as crianças na compreensão de aspectos relacionados à linguagem, seja ela verbal ou não verbal.

Elas aprendem a se familiarizar com os sons das palavras, a compreender o que elas significam e a utilizá-las em diferentes contextos, ou seja, contar histórias para crianças as ajuda a conhecer o mundo que as rodeia de uma maneira lúdica. Crianças que aprendem com os livros têm uma maior facilidade em compreender questões sociais e reagir de maneira adequada na interação com os outros. Nesse sentido, é possível que crianças que tenham um maior contato com a leitura tenham também uma maior facilidade em regular suas emoções e adequá-las a diferentes situações.

Quando falamos em ler para crianças com o Transtorno do Espectro Autista (TEA) a ideia não é diferente e os benefícios são os mesmos, embora seja necessária uma atenção maior nesse processo. Crianças com TEA vivenciam dificuldades no que se refere a manter a atenção, bem como em aspectos relacionados a habilidades sociais e também habilidades ligadas à compreensão de leitura futura se comparadas com crianças sem esse transtorno. No entanto, alguns estudos mostram uma forte correlação entre leitura de palavras e compreensão de leitura, sugerindo que crianças com TEA que apresentam maior habilidades de leitura de palavras também tendem a ter maior compreensão da leitura.

Nesse sentido, é possível que intervenções fornecidas precocemente, como a leitura frequente, possam compensar as dificuldades de compreensão posteriores. Sendo assim, ler para uma criança com TEA a ajuda a se conectar com essa experiência desde que sejam incluídas  algumas estratégias durante a leitura, como por exemplo:

  1. Para encorajar as crianças a prestarem mais atenção, escolha livros que sejam de interesse delas. Crianças com TEA tendem a mostrarem mais interesse por uma temática especifica. Dê comandos visuais e/ou verbais para ganhar ou direcionar a atenção, como por exemplo, aponte para o livro ou figura e diga: “Olhe!”. Além disso, certifique-se de que o ambiente em que a leitura ocorre seja um ambiente propício para que ela se sinta confortável para aprender. Muitas crianças com TEA reagem com uma maior sensibilidade a ambientes com muitos sons, muitas luzes ou imagens, e isso pode gerar distrações que dificultam ou até mesmo impedem o aprendizado.
  2. Para ajudar crianças com TEA a compreenderem aquilo que está sendo lido, faça perguntas durante a leitura que as ajudem a adquirir vocabulário, mas também que as impulsionem a obter a capacidade de interpretar informações que não estão expressas explicitamente no texto, mas que são inferidas baseadas no conteúdo. Pergunte, por exemplo: “O que você acha que acontecerá a seguir?”, ou faça perguntas que as ajudem na identificação de emoções, por exemplo: “Como você acha que ele está se sentindo?”, “O bebê está  feliz?”, “Como você se sentiria se isso acontecesse com você?”.
  3. Para criar oportunidades de interação social com crianças com TEA, durante a leitura compartilhada, faça pausas intencionais antes e depois de virar a página olhando para a criança com expectativa. Crianças com TEA apresentam dificuldades em interagir com outras pessoas e dificilmente iniciam comentários. Essa estratégia pode impulsioná-las a fazer perguntas sobre o que está acontecendo. 

A leitura compartilhada pode ser uma experiência extraordinária para você e para a criança com TEA, por isso tenha paciência para explicar e ajudar a criança a descobrir suas capacidades ao longo desse processo. Fique atento às necessidades da criança e também a suas e não esqueça que cada um aprende no seu ritmo e que isso precisa ser respeitado para que a aprendizagem seja realmente efetiva. Quando vocês perceberem que estão avançando, comemorem! Isso vai trazer mais confiança e amor pela leitura.

Leave a Reply

Your email address will not be published.