fbpx

Como a leitura pode promover o desenvolvimento infantil

woman 5380641 1920

Estudiosos das áreas de psicologia e educação têm estudado, a pouco mais de quatro décadas, o papel da leitura para o desenvolvimento infantil. As experiências literárias no contexto familiar e escolar impulsionariam de forma positiva o desenvolvimento cognitivo, linguístico, afetivo e social. Dessa forma, os fatores ambientais seriam os principais mediadores da velocidade com que as crianças aprendem, assim como do seu sucesso no processo de aprendizagem. Isso significa, que o papel destinado à leitura na rotina familiar consiste em um dos fatores mais importantes no desenvolvimento infantil.

A simples atividade de ler um livro proporciona para a criança experiências literárias únicas vividas no momento da leitura. Através dela, a criança registra experiências agradáveis, uma vez que a linguagem, os sons e o ritmo começam a fazer parte do seu universo. O ouvir e contar histórias tornam-se ferramentas de interpretação do que acontece consigo e à sua volta, dando significado e sentido àquilo que faz, vive e experiencia. A leitura, portanto, funciona como um princípio de estruturação dos processos cognitivos e psicoafetivos da criança, ajudando-a na compreensão do mundo em que vive.

Por meio da história a criança pode se identificar com personagens, colocar-se no papel deles e em determinadas situações. Isso permite com que elas tenham condições de trabalhar conflitos inerentes a própria infância, ou ainda questões específicas, vividas em seu contexto familiar e social. Dessa forma, as obras literárias auxiliam os pequenos na busca de estratégias e soluções para lidar com situações sociais e emocionais pertencentes a uma fase específica do desenvolvimento, assim como outras experienciadas no seu dia-a-dia.

A leitura pode ser, portanto, utilizada por pais e educadores como uma excelente estratégia para estimular as crianças a falar sobre os sentimentos gerados através da história, sobre comportamentos, assim como sobre temas e assuntos relevantes e até mesmo mais complexos de serem abordados diretamente. Os livros infantis, mesmo dedicados ao mundo infantil, podem ainda penetrar no universo adulto, ativando nele pontos importantes de reflexão.

Considerando a expansão da oferta de conteúdos digitais para crianças, o livro continua sendo um excelente recurso a ser utilizado pelos pais e educadores no desenvolvimento de diversos tipos de atividades alternativas. Como recomendável pela Academia Americana de Pediatria (AAP), as crianças deveriam ficar longe, ou então pouco expostas às telas de tablet, smartphone, computador e televisão. Embora os aplicativos digitais e e-books tragam muitas vezes conteúdo rico e estimulante, os livros continuam exercendo seu papel importante no processo de aquisição da linguagem e desenvolvimento psicoafetivo das crianças.

Referencias

Dickinson, D. K., Griffith, J. A., Golinkoff, R. M. & Hirsh-Pasek, K. (2012): How Reading Books Fosters Language Development around the World. Child Development Research, pp. 1-15.

Wirth, A., Ehmig, S. C., Drescher, N., Guffler, S., & Niklas, F. (2020). Facets of the early home literacy environment and children’s linguistic and socioemotional competencies. Early Education and Development, 31(6), 892-909.

Wirth, A., Ehmig, S.C., Heymann, L., & Niklas, F. (2020). Das Vorleseverhalten von Eltern mit Kindern in den ersten drei Lebensjahren in Zusammenhang mit familiärer Lernumwelt und Sprachentwicklung. Frühe Bildung, 9, 26-32.

Rizzoli, M. C. (2009): Literaturas com letras e sem letras na educação infantil do norte da Itália, In A. N. G. Faria e S. A. Mello (org.), Linguagens infantis: outras formas de leitura. 2 ed. Campinas, SP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.